É possível ter alegria?

Refreando a língua
17 de maio de 2018
Canais da bênção de Deus
30 de maio de 2018

Todo ser humano busca alegria. No entanto, as dificuldades, os problemas, as adversidades da vida muitas vezes levam os homens a questionar se é possível ter essa alegria.

No Salmo 16 encontramos uma boa resposta. Davi canta: “Na tua presença há plenitude de alegria” (Sl 16.11). A plenitude da alegria é encontrada na presença do Senhor, portanto, somente aqueles que já foram salvos por ele podem desfrutá-la.

Desejar  uma vida alegre não é errado. O problema surge quando a alegria é procurada na fonte errada.

À parte do Senhor, o homem pode até ter momentos alegres, mas que não perdurarão. Durarão enquanto durar o relacionamento amoroso, o jogo de futebol, o show daquele cantor que está fazendo o maior sucesso.

Infelizmente, muitos cristãos deixam de buscar a alegria no Senhor para buscá-la em todas essas coisas. Não quero insinuar que elas sejam erradas em si e que um cristão não tenha direito a elas. O problema está em achar que essas coisas podem produzir a alegria plena que só é encontrada no Senhor.

Pensando nisso, me vem à mente o texto de Jeremias 2.13: “Porque dois males cometeu o meu povo; a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas.”

Aqueles que servem ao Senhor têm a fonte de alegria. Ela não é uma alegria circunstancial, mas é fruto de um relacionamento íntimo com Cristo Jesus.

Dessa forma, ainda que as circunstâncias sejam adversas, as dificuldades nos sobrevenham, as lutas sejam acirradas, podemos fazer coro com o apóstolo Paulo:

Alegrei-me, sobremaneira, no Senhor porque, agora, uma vez mais, renovastes a meu favor o vosso cuidado; o qual também já tínheis antes, mas vos faltava oportunidade. Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece (Fp 4.10-13).

Deus nos abençoe!

Pr. Milton Jr.

Milton C. J. Junior
Milton C. J. Junior
Graduado em Teologia pelo Seminário Teológico Presbiteriano "Rev. José Manoel da Conceição" e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Especialista em aconselhamento bíblico pelo Seminário Palavra da Vida. Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil desde 2002, servindo à Igreja Presbiteriana da Praia do Canto desde 2007.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + catorze =